50 Responses to “Concurso Professores Estado SP 2010 – Edital”

  1. Higor Ribeiro Macedo disse:

    Olá, meu nome é Higor e estou bastante ansioso para o concurso do Estado, pois terminei a Faculdade há alguns meses e gostaria de trabalhar em uma escola do Estado. Estou desesperado pela publicação do edital, só espero que eles contratem pedagogos, porque a Prefeitura de São Paulo só contrata especialistas (PEB II) e deixou os pedagogos recém formados de fora desta grande oportunidade. Meu Deus, tenha misericórdia e promova o mais rápido possível este concurso público. Quem tiver algumas informações do concurso, queira por gentiza mandar um e-mail para mim: amigohigor@gmail.com. Muito obrigado e que muitos concursos venham, porque a gente merece, não é a toa que estudamos durante quatro anos. Tchau!!!

  2. Patricia disse:

    Olá, meu nome é Patricia, e estou muito triste com o que o senhor governador está fazendo com a educação.
    Anunciam concursos, anunciam propagandas novas, mas ninguém esclarece realmente como será…
    Como um professor que passar nesse concurso irá se manter por 4 longos meses sem salário, fazendo um outro curso, apesar de já ter sido aprovado no concurso, e ainda sim ser avaliado novamente,e caso nessa avaliação não for aprovado, ser julgado incapacitado….
    Como é possivel uma pessoa fazer três faculdades, pós, mestrado e depois ficar com salário de apenas quatrocentos reais…
    Como é possivel o professor ser obrigado a trabalhar os tres periodos para sobreviver e ainda sim ser chamdo de incapacitado…
    Como permitem que os mestres, aqueles idealizadores, que formam o futuro do pais, se dividam tanto em classes, se somos um só grupo, como podemos receber os menores salários, se damos a nossa vida para educar as pessoas mais interessantes domundo…
    É triste ver a que ponto chegou a educação e para onde está caminhando, eu particularmente estou desistindo, não quero mais essa vida sofrida sem reconhecimento, sem dignidade…
    Para aqueles que estão começando, eu desejo uma boa sorte, pois irão precisar e muiiiiitoooo.

  3. André Luis disse:

    Pois é Patricia eu CONCORDO plenamente com vc, ganhamos mal, nossos salários atrasam por longos quatro meses, somos agredidos verbalmente por alunos, quando não fisicamente como ja vi em minha escola…é lamentável o que se passa dentro de uma sala de aula no Estado de São Paulo e mesmo do Brasil. José Serra como governador de São Paulo esta deixando a desejar e muito na área da educação…O professor tem q trabalhar três expedientes para se manter, sem nenhum auxilio didático, fora um ridiculo caderno do aluno e do professor que nos forçam a trabalhar em sala de aula. O pobre professor tenta a todo custo tornar a aula atrativa para uma plateia barulhenta e sem educação – má educação que vem de casa também, diga-se de passagem – Acredito que muitos desejam se efetivar é justo mesmo, mas do jeito que a coisa anda particurlamente estou como a Patricia que se encontra desistindo, sou mais minha saúde, do que sofrer um mês para ganhar um salário que ainda me deixa endividado, pq ainda como acadêmico eu já sabia que não ia ganhar muito, mas ser desrespeitado todo dia pelo governo e pelos alunos isso sinceramente eu não sabia!!!

  4. Cláudia Tavares disse:

    Concordo plenamente com os comentários a cima, o professor de hoje, os OFA’S são garimpeiros, não digo isso para ofender, sou professora ofa da disciplina de quimica tenho apenas 2 aulas por semana em cada série do ensino médio e é muito complicado conseguir um salario digno tenho duas faculdades e este ano só consegui 12 aulas livres para que eu aumente um pouco meu salario tenho que dar aulas de eventual que ganha menos que os ofas. O que mais tenho ouvido é que nossa classe não é unida e por esse motivo temos dificuldades conquistar salarios e beneficios descentes. Antigamente um professor (O mestre) era realmente valorizado, acho que os governadores do Estado de São Paulo e de outros não se lembram dos professores que tiveram e que o desempenho deles hoje começou com professores de PEB I, desenvolvendo com os PBEII e concluindo e direcionando suas vidas com o Ensin Médio não interessa se eles tiveram educação particular ou estadual foram os professores que passaram pela vida de cada um desses cidadãos que hoje goveram o Pais que fizeram a diferença. Pena eles terem a memória tão fraca e se esquecerem facilmente desses pequenos detalhes. Falando em memória fraca é contando com isso que nosso Excelentissimo governador conta para ganhar a presidencia nas proximas eleições efim espero que ele esteja errado, pois o que depender de mim comoformadora de opinião formarei pessoas que procurem fazer uso de suas memórias e quen elas não caiam no esquecimento.
    Convido a todos os professores formadores de opinião a lutar em prol de nossa categoria sempre que puderem.

  5. Cláudia Tavares disse:

    Concordo plenamente com os comentários a cima, o professor de hoje, os OFA’S são garimpeiros, não digo isso para ofender, sou professora ofa da disciplina de quimica tenho apenas 2 aulas por semana em cada série do ensino médio e é muito complicado conseguir um salario digno tenho duas faculdades e este ano só consegui 12 aulas livres para que eu aumente um pouco meu salario tenho que dar aulas de eventual que ganha menos que os ofas. O que mais tenho ouvido é que nossa classe não é unida e por esse motivo temos dificuldades conquistar salarios e beneficios descentes. Antigamente um professor (O mestre) era realmente valorizado, acho que os governadores do Estado de São Paulo e de outros não se lembram dos professores que tiveram e que o desempenho deles hoje começou com professores de PEB I, desenvolvendo com os PEBII e concluindo e direcionando suas vidas com o Ensin Médio, não interessa se eles tiveram educação particular ou publica foram os professores que passaram pela vida de cada um desses cidadõs que hoje goveram o Pais que fizeram a diferença. Pena eles terem a memória tão fraca e se esquecerem facilmente desses pequenos detalhes. Falando em memória fraca é contando com isso que nosso Excelentissimo governador José Serra conta para ganhar a presidencia nas proximas eleições efim espero que ele esteja errado, pois o que depender de mim como formadora de opinião formarei pessoas que procurem fazer uso de suas memórias e que elas não caiam no esquecimento.
    Convido a todos os professores formadores de opinião a lutar em prol de nossa categoria sempre que puderem.

  6. CRISTIANE disse:

    Olá, estou indignada com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e acredito que não sou a única em meio a esse emaranhado de injustiças que o governo José Serra promove a cada dia para a categoria dos professores, categoria essa, que nunca foi unida e agora encontra-se mais fraca e dividida pelas várias categorias que o governo cria a cada dia. Ter trabalhado na rede durante 4.385 dias e só por não estar vinculada no dia 02/06/2007, fui jogada para a categoria “L”, issom porque a minha portaria de dispensa ocorreu no dia 01/06/2007. Com isso pessoas que nunca trabalharam e tinham um vínculo nesta data com uma licença temporaria, ganhou a estabilidade do PLC 19. Agora eu pergunto aos Sindicatos uma data pode dar estabilidade a um profissional? E os anos de dedicação, com cursos de aperfeiçoamento, Licenciaturas e trabalhos em projetos, devem ser jogados no lixo?Ou deveriam ser considerados? Se alguém se encontra nessa situação por favor mande resposta pelo site. Obrigada, por lerem o meu desabafo….

  7. Islane disse:

    Queridos candidatos, não quero desanimá-los, mas a educação está acabada!
    Entrei no Estado em 2006, logo depois de me formar na USP e me sinto humilhada todos os dias pelo governo que não nos dá aumento desde o ano 2000!!!!
    Agora estão passando uma propaganda na TV dizendo que haverá aumento por mérito! É mentira!!! Esse aumento só será concedido a 20% dos professores que acertarem mais de 70% das provas e que não tiverem faltas (inclusive faltas médicas e abonadas!).
    Outros profissionais têm aumento para acompanhar a inflação, nos temos que passar por essa humilhação de fazermos prova para passar!
    Todos os dias somos humilhados, não temos respaldo para nos proteger da violência nas escolas tanto por parte dos alunos quanto dos pais.
    Muitos vezes vi professores serem agredidos por alunos tanto verbalmente quanto fisicamente e isso não acarretou nenhuma consequencia para o autor da agressão.
    A cada ano aumenta o número de professores que tiram licença por doenças mentais e stress provocadas pelo trabalho insalubre! Eu tenho medo de ficar assim também…
    Pensem bem no buraco que vcs vão cair!
    Eu estou fazendo de tudo para tentar sair porque o PSDB conseguiu acabar com a educação de uma tal forma que eu não consigo enxergar uma saída, muito menos um futuro.
    Abraços a todos os colegas sofredores como eu!

  8. Fernanda disse:

    Olá. Gostaria de saber se alguem sabe como sera feita a avalicao de titulos, se isto esta dispocivvel em algum site. Muito obrigada.. sorte pra todos nós!

  9. Diná disse:

    Olá,quero fazer minha inscrição,prof.do Estado-Prof.de arte-Campinas-SP
    Obrigada

  10. cássia disse:

    Estou indignada com muitas coisas que venho percebendo na area da educação, a começar pela ausencia da disciplina de psicologia da grade curricular de ensino. Sinto muito, os alunos precisam saber sobre conteúdos que são pertinentes a esta matéria. Tenho esperanças de ver sanadas estas e outras dificuldades que o governo esta plantando, em breve a bomba vai estourar. abraços a todos os docentes

  11. Mary disse:

    Olá colegas, realmente ser professor é uma vergonha, lembro da época em que lecionei e tenho traumas, falta de educação dos alunos não respeitam os professores , bando de selvagens, e já estou trabalhando em uma empresa pública e não me arrependo, prestar concurso para professor nunca mais !!simplesmente fiquei decepcionada, obrigada e foi só um desabafo..

  12. RYAM disse:

    OLA…GREVE professores…vamos mostrar a VERDADE para todos….e para a sociedade,

  13. Viviane disse:

    Olá,

    Estou no primeiro semestre de Artes Visuais, fiquei surpresa com todos estes comentários, pois não é isso que os professores de Faculdade falam, é claro que não é perfeito.
    Não estou fazendo Artes Visuais para lecionar, mais se pintar oportunidades pretendo encarar, porém para dar aula para crianças Ensino Fundamental I.

  14. FABIO disse:

    É UMA VERGONHA ESSA NOSSA EDUCAÇÃO AS CRIANÇAS E 1 A 4 SERIE TEM QUE TER EDUCAÇÃO FISICA POIS É NESSA IDADE QUE ELAS MAIS PRECISAM,ATE OS SETE ANOS QUE ELA VAI TE TODO SEU DES. MOTOR FUNDAMENTAL ,E É AI QUE FALTA A EDUCAÇÃO FISICA COM UM PROFISSIONAL ESP NA AREA, ISTO ACARRETA MUITOS PREJUIJOS PARA OS NOSSOS CIDADÃO NO FUTURO.

  15. Regiane disse:

    Realmente a educação já era, trabalho com crianças de 3 e 4 anos e até já apanhei de uma criança. Formei me em 2009 como Pedagoga, mas se arrependimento matasse eu já teria morrido.
    Sou hiper paciente, já fiz de tudo para que elas se tornassem mais calma, mais de nada adiantou, tenho apresentado arritmia cardíaca e pressão convergente. Minha única esperança é Deus.

  16. Eloina do Prado disse:

    É muito dificil querer trabalhar e ser negado até isso, sou mais uma professora indignada com a situação das categorias que o governo criou depois de 23 anos cai na categoria L e para trabalhar saio do interior para Guarulhos , isso está sendo terrivel pois fico o dia inteiro fora ,além do gasto que tenho ,alguem tem que ver isso é muito injusto ….

Comente ou Pergunte aqui !